Madraça de Granada

Em 1333, o rei nasrida Yusuf I, construiu em Granada a primeira universidade pública de al-Andalus com o objetivo de divulgar a Matemática, Astrologia, Literatura e outros ramos do conhecimento. Conheça o aspecto atual deste palácio da Madraça. 

História da Madraça

O termo "madraça" significa escola muçulmana de estudos superiores e deriva do árabe madrsa. No ano de 1349, o rei nasrida Yusuf I fundou esta universidade nos arredores da mesquita maior para dar aulas de Matemática, Direito, Teologia e Astrologia. Na Madraça de Granada estudaram personagens da importância de Ibn al-Jatib e Inb Zamrak, dois poetas cujos versos decoram as paredes da Alhambra

Segundo documentos históricos, a madraça contou com uma ampla biblioteca, uma residência permanente de estudantes e um laboratório. 

A universidade esteve em funcionamento até pouco tempo depois da reconquista, quando todos os livros da biblioteca foram queimados na rua e o edifício passou às mãos dos cristãos. Esta antiga madraça adotou funções administrativas e abrigou numerosas reuniões do Cabildo, a prefeitura da época. 

Na atualidade. o Palácio da Madraça é sede do Centro de Cultura Contemporânea e da Academia de Belas Artes da cidade. 

O oratório nasrida mais bem conservado de Granada

Sem dúvida, o maior atrativo da madraça é seu oratório. Ainda que a maior parte do edifício tenha mudado por completo de aspecto devido a contínuas reformas, esta sala nasrida conseguiu manter seus arcos de ferradura, as cores originais e as treliças e detalhes de gesso do teto.

Esta conservação foi possível graças à iniciativa de fechar a sala nasrida durante a etapa cristã para ocultar sua decoração árabe. 

Além disso, a Madraça de Granada abriga a conhecida Sala de los Caballeros Veinticuatro, onde é possível ver uma das armaduras mudéjares em melhor estado de conservação da Espanha. 

Horário

Horário de verão: todos os dias das 10:00 às 20:00 horas.
Horário de inverno: todos os dias das 10:00 às 19:00 horas.

Preço

Entrada geral: 2€

Transporte

Ônibus: 8, 21, 33, C31, C32 e C33.